Teor da Levitação Espiritual (EP)

by Sacerdote Semmantiko

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $7 USD  or more

     

1.
03:23
2.
3.
4.
5.

credits

released May 14, 2017

tags

license

all rights reserved
Track Name: Intro
Ao Fechar meus olhos este planeta vira passado
Nem o mais poderoso tecnológico cálculo cíentifico
Pra comprovar a distancia
Quando isso aplicado o contraste ganha força das elevações ecossistemática
Do Teor da Levitação Espiritual
Vapores de minhas superfície nunca serão banalizadas
Porque a ebulição energética diária
Me faz ter um contato com a luz
Que os mesmos evoluídos do passado como Pitágoras
Que meditava em montanhas íngremes
Para praticar o Zohar, em suas súbitas frequências
Alpha , Betha, Delta e etc..
Oratórias férteis eloquências
Pois meu diafragma de titânio hiperbólico
Sente a presença do ar genuíno
Porque as musicas foram compostas em locais imaculados
Quando ondas do meu cérebro despertava
Os portais para me levar às naves extraterrestres do Egito
Teor da Levitação Espiritual
Sacerdote Semmantiko
Com suas partículas ornando nas células sanguíneas
Simetrias
Track Name: Um Mundo Fascinante no Despertar da Kundalini (prod. Devasto Sbr)
No jardim de meditação busco tecnologia de exploração
Pra minha mente ter uma viajem tridimensional
Passar por galáxias, planetas, saturno, vênus
Percurso infinito como raio laser que não tem fim
Faço do meu cérebro um universo mântrico
Mais enigmático do que o stargate
Pra ficar num estado bem incomum da consciência
Diferenças já consigo na hora sentir
Um grande metamorfose denominada como avançada já encontrada
Sou um monge da tailandia que neste momento
Está em silencio por dentro tambem um insenso
Extraída de grande arvores da idade media
Desde guerras ortodoxas dos templários
Aqui sempre provando essa grandiuosa existência
O nascer e o pór-do-sol a agua que nos é dada vinda do ceu
A terra dando equilíbrio gravitacional
E a insanidade fundamental do fogo
E o mais elementar o ar que no orbita
Ainda mais com a fragrância da natureza coloco um ar desigual em meus pulmões
Me mantendo longe da radiação da metrópole
Conformismo , egocentrismo pessoas que morre em vida
Parafraseando as palavras da Silvia Kaya lopez
Desmatamento na Amazonia feita pelos homens
Deixando ardente meus olhos dificultando eu ter oxigênio, o veneno transcorre
Mas estou aqui preservando a anatomia do meu dogma
Pra que minhas raízes tenha teoremas
A alma transcendendo o infinito
Grande longitude falaram lute porque a paciência é uma grande virtude

[Refrão]

Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm
Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm, Ommmmmm, Ommmmmmm
Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm

Fase espiritual carregada sem ausência do que preciso
A sabedoria presente o que mais quero
Nucleico centralizado fotossíntese processando essa obra ornamental
Por um belo composto orgânico....Namaste, Namaste
Levitação podera o pensamento que nessa altura já esta multiplicado
Que não será praticado por nenhum matemático
Ou um Físico que calcula os espaços
Dias se tornam longos como tempos da civilização antiga Sumeriana
O aproveito disciplinar é aplicado dia após dia
Cérebro-humano processa 400 Bilhões de informações por segundo
Porem só temos consciência de 2.000
Mesmo assim a hora é o minuto, o minuto é o segundo
Requer o estudo profundo mas não brusco
Sem se preocupar com um surto futuro
Evolução se auto multiplica nessa atmosfera em meu interior
Intelecto chegando a uma escala inimaginável
Sempre me encontrando num belo estado de espirito
Me conecto com o sobrenatural
Me desconecto do que você acha que é normal
Sou um extraterrestre que habita pelo impacto lírico
Será que é essa definição?
A palavra perfeição referente ao ser-humano
Se encaixa na busca do conceito da questão também na dúvida
Riqueza que o orbita tornando em um tempo dourado vitalício
Pois mantenho-me com essa linha de raciocínio
Com uma sólida magnetização em minhas veredas caminho no desconhecido
A ilimitação mental me levando ao misticismo
O despertar prolifera o resultado vem a tona se torna típico
Sem contos de fadas, fábulas o que transpareço é monárquico, realismo
Um imortal filho do universo orgânico
Um ser altamente vivo, ésmero, erudito
Essa é a kundalini a mente, o corpo quando é atingido

[Refrão]

Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm
Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm, Ommmmmm, Ommmmmmm
Ommmmmm, Ommmmmmm, Ommmmm
Track Name: Neandertal Perdido (Prod. Cotardz Sickness)
Em meio a restos de fosseis de dinossauros levitando numa caverna
Da Mesopotamia com um xamanismo orgânico adquirido
Alienígenas visitantes deixam resquícios para arqueólogos
Desde a idade da esfinge aproximadamente 5.000 A.C
Nas margens do Rio Nilo do Egito
Com o cortejo de escaravelhos mahatmas
O silencio do lugar ermo perto de uma tribo indígena
Praticantes da magia da dança americana
Sem a camada de ozônio é impossível
Obstruir a raios ultra violeta
Entre o apocalypse de asteroides
Trazendo combustão, hidrogênio, hélio
Corpos caindo do 70° Andar com o sacrifício em massa ao Word trade Center
Terceiro Reich, Genocídio do Manicômio de Minas Gerais
Extinsão do Esmilodonte o Tigre-dente-de Sabre
Infelizmente ele não imaginava em se deparar com todas etc’s
De deficiência neste Resitent Evil
Após se tele portar pro futuro seu nível tecnológico neural se eleva
Com a xenoglossia dominando a lingua egípcia, aramaico, etíope, pérsia
Mais que a Cleópatra filha de Ptolomeu Xll mulher de Julio Cezar
Sua aplicação quântica em termos de geometria
Indubitavelmente ficará submersa em algum continente deste planeta
Um dos mais próximos do sol do ecossistema solar
Emitindo tempestades através do magnetismo vindo do seu núcleo
Ele honra o Deus Sol pelo seu extraordinário plasma titânico
Um ser-humano expedicionário da quinta raça
Descobre o primeiro logogrifo em madeira de acácia
Feita pelas mãos do neandertal que senda por essa jornada galáctica

Seu portal foi construído no núcleo de uma atmosfera escaldante
Escalas dimensionais, planetárias um viajante
Seu nascimento data 30.000 anos A.C
Entre raios de luz no futuro um neandertal perdido

Quer nutrir o conhecimento...Seu alfabeto em movimento
Coreografias monogênitas....alfabeto em curso tenso
Em movimento em movimento

Que será praticado em algum templo
Um monastério que fica num lugar remoto do Afeganistão
Montanhas imaculadas que poucos tem acesso
Em direção a elas esta indo um neofito com um Cavalo Mearas
Junto acom outros homens
Que o fez fazer um voto de confiançã a não revelar o lugar sagrado que vai
Seu renascimento esta proximo
Embora o neandertal por estar perdido no futuro
De estar diante de tantas pejoratividades
Como o desmatamento de arvores que são transformadas em labaredas
O alto indice de monoxido de carbono
Perfilada na atmosferasendo inalada para as vias pulomonares
Apesar disso ele ve bons sentimento e um percentual da humanidade
Ele deixa sinais atraves do reflexo do sol
Gerando um enigma que só pra quem tem pré-disposição os decifra
Como um grande plasmático iniciático
Nuvens esporádicas crocitam acima de sua cabeça
Com um prisma fabuloso pelas cores apresentadas
Prefacio da relevancia de seu poder
Prefacio da relevancia de seu poder
O neandertal perdido que solou nessa terra
Prepara sua partida mas antes se reune com Nikola Tesla
Mestre da tecnologia de longa distancia altamente se interessa
Colisao épica de dois cérebros
Como acontece em uma maquina de acelerador de particulas
Ele leva consigo amostras colhidas do futuro
Sua senda galactica aqui esculpida
Raios de luz reaparece pra viajem dimensional
Abertura cósmica o leva de volta a caverna
Pra continuar a meditar
Tocando sua flauta de osso animal

[Refrão 2x]
Seu portal foi construído no núcleo de uma atmosfera escaldante
Escalas dimensionais, planetárias um viajante
Seu nascimento data 30.000 anos A.C
Entre raios de luz no futuro um neandertal perdido

Quer nutrir o conhecimento...Seu alfabeto em movimento
Coreografias monogênitas....alfabeto em curso tenso
Em movimento em movimento

Arqueólogos, Mahatmas, Geólogos agradece sua visita
Track Name: Expedição Etimológica (Prod. Silent Swordsman)
Eu apanhei um códice que estava jogado em um asfalto de pedra
Banhado por um tipo de esgoto industrial
Folheei suas paginas com orelhas e respingos amarelos
Um conteúdo geométrico com fungos
Símbolo de Pitágoras descobridor monocórdio, hipotenusa e o pentagrama
Estrela que simbolizava a divindade para os druidas
Que hereges mais tarde inverteu a estrela para o culto voltado à fins malignos
O favorito amuleto no pescoço dos reptilianos
Comunicação Corporal
E escritas por intermédio
De traços marcados em monólitos como escaravelho
Imaculado artrópode do Egito
Não tão antigo quanto no período pré-histórico
Na Guerra do Fogo de um grupo hominídeo
Com técnicas idealizadoras do que outras tribos de primitivos
Um dos olhos machucado de Hórus postergado
Pra que o outro nessa era seja içado pelo opressor
Distorcendo a real significância resultando a maus entendidos
Em 1928 foi encontrado escritas e desenhos
Em tábuas de argila feita por mãos humanas
De uma civilização talvez da suméria
Em Uruck na antiga mesopotâmia
A forma de um triângulo com peculiaridades milenares
Conexão a numerologia e o simbolismo
Calendário asteca, matemática e elementos alquímicos
Em um caderno de anotação existe o principal registro etnográfico
Para se dar ao trabalho decifrá-los
Com a mesma sede em querer desmistificar a idade de um livro hebreu
Mais oculto do mundo mumificado num antiquário
Cheia de traças na parede e teias de aranha venenosas em candelabros
Abajurs aceso com sua luz parece estar enfraquecida, entretanto amarelada
Meus óculos e suas lentes empoeiradas
A cada sopro de mais um objeto encontrado com escritas sagradas

Escavações com espátula, colheres e picaretas
No deserto sírio meu fóssil etimológico será desmistificado
Escavações com espátula, colheres e picaretas
No deserto sírio um ossiculo etimológico será desmistificado

Escavações com espátula, colheres e picaretas (4x)
Track Name: Epopéia de um Ancião Astronauta (Prod. Devasto Sbr)
Com sua sabedoria forjada pelo efeito de poder sup´remo
Seu cérebro era fragmentado pelos confins do mundo há milhões de anos
Em meio a chuva de asteróides que traziam substâncias orgânicas
Confundindo desade a origem da litologia
Uma formção atômica de extremo avanço
Passando pelas metamorfoses súbitas
Pelo seu completo corpo celestial e universal
tornando a mudança de Saturno
Um habitante semi-monge Tibeno
Com seu estado espiritual
Sente o Magnetismo da Levitação do velho Astronauta
O professor do cosmo se teletransporta da Estratosfera para a litosfera
O espírito com neutralidade possui a percepção extrasensorial
Com seu levitativo grau telepático
O seu conhecimento como uma árvore de uma floresta
Que produz uma oxigenação oculta que reflete o tempo pretérito
Um ecossistema de ideograma em "Estelas" torna-se um resquício arqueológico
Como num náufrago que vitimizou vários que estava a bordo em 1901
Literalmente vem sendo uma passagem heroica
E ele vem verticalizando intactamente
E não como a tporre de Babel que foi sucumbida
Por Deuses furiosos da épopca babilônica livro de Gênesis
Ele não cai mas chega se a Fênix, nível elevado do seu Chakra
Inacansável movimento cerebral seguida de uma Enciclopédia Galática
Um percurso não em vão em terrenos onde seus pés pisam, deslizam
Montes se cristazam, gaivotas gritam
O que ele esta procurando é encontrado, foi intrépido
Para não ser infectado pela morféia
Em meio há uma dessas escalas dessa guerra
Pois é essa é a Epopéia de um Ancião Astronauta
Sob o domínio da energia cósmica e da Consciência Neurocinética